Zoneando Podcast #85 – Planeta dos Macacos: A Trilogia

Olá, ouvintes!  Essa semana Thiago Almeida e Joaquim Ramos recebem Bruno Monte e Caroline Bardese (Setor 2814) para um papo primitivo sobre a nova trilogia de filmes que conta a origem do Planeta dos Macacos!!!

Escute o programa e aprenda afinal qual a diferença entre utopia e distopia. Imagine conosco como seria um jogo baseado nos filmes. Saiba como seria uma versão da realidade onde os cavalos ficaram mais inteligentes que os humanos. E divirta-se na intimidade de se gravar um podcast com casal!

Escute no nosso Player ou faça o Download do programa abaixo!!!

LINK DO PODCAST PARA DOWNLOAD (Clique com o botão direito do mouse e selecione “Salvar Link Como”)


Links Comentados no Programa:

Participem do nosso grupo no Facebook! Queremos ouvir vocês!!!

Visitem o Setor 2814 para mais conteúdo e podcasts bacanudos sobre a DC Comics!

Vídeo do Denis no canal do Analisador falando sobre o incrível trabalho do Andy Serkys.

 


Assine o Nosso Feed:

Clique aqui para assinar o feed dos nossos podcasts


Conheçam nossos outros Podcasts!

CAST 42 – Seu podcast sobre o universo, a vida e tudo mais.

Harley Party – Meninas não tão normais falando sobre temas nerds.

Cosplay in Cast – Um programa sobre o hobby de cosplay em detalhes, da produção aos concursos.

Mesacast – Nossa dose quinzenal de Boardgames, Cardgames e RPG.


Sigam a Gente nas Redes Sociais!

Página do Zona E no Facebook

Twiter do Zona E

Instagram do Zona E

Perfil do Pinterest do Zona E

Ou mande um email pra gente em contato@zonae.com.br

Outros Posts interessantes:


One Response to “Zoneando Podcast #85 – Planeta dos Macacos: A Trilogia

  • Foi um ótimo programa falando sobre essa trilogia que até o momento foram os melhores filmes que revitalizaram uma franquia antiga, a evolução que o César e os outros Macacos vão tendo te impressiona muito, o Maurice acaba sendo o primeiro macaco com que o César consegue se comunicar por ele também saber Libras.
    Com relação ao Terceiro filme eu gostei muito a maneira que ele trabalha o César como um ser, tirando a aura de líder salvador dos macacos e o fazer questionar ações que deseja fazer, mas sabe que é errado. A garotinha rouba a cena junto com o Bad Ape que para mim não ficou um alívio cômico exagerado, além das coisas que acabam ligando com o filme clássico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *