Zoneando Podcast #80 – Franquia Homem-Aranha no Cinema

Olá, ouvintes!  Essa semana Thiago Almeida, Joaquim Ramos e Melissa Andrade recebem Wellington Macgaren para relembrar os filmes do Homem-Aranha da fase do Tobey Maguire e do Andrew Garfield, fazendo aquele aquecimento antes de ver Spiderman: Homecoming.

Escute o programa e entre no eterno debate sobre quem foi o melhor Peter Parker no cinema. Relembre conosco a origem de alguns dos vilões do cabeça de teia no cinema. Saiba como o dedo dos produtores quase arruinou a franquia. E descubra por que o Tio Ben já pode pedir música no Fantástico.

Escute no nosso Player ou faça o Download do programa abaixo!!!

LINK DO PODCAST PARA DOWNLOAD (Clique com o botão direito do mouse e selecione “Salvar Link Como”)


Links Comentados no Programa:

Participem do nosso grupo no Facebook! Queremos ouvir vocês!!!

Visitem o Media Geek para mais novidades.

Conheçam o Aracnofã para mais conteúdo especializado no Homem-Aranha.


Assine o Nosso Feed:

Clique aqui para assinar o feed dos nossos podcasts


Conheçam nossos outros Podcasts!

CAST 42 – Seu podcast sobre o universo, a vida e tudo mais.

Harley Party – Meninas não tão normais falando sobre temas nerds.

Cosplay in Cast – Um programa sobre o hobby de cosplay em detalhes, da produção aos concursos.

Mesacast – Nossa dose quinzenal de Boardgames, Cardgames e RPG.


Sigam a Gente nas Redes Sociais!

Página do Zona E no Facebook

Twiter do Zona E

Instagram do Zona E

Perfil do Pinterest do Zona E

Ou mande um email pra gente em contato@zonae.com.br

Outros Posts interessantes:


4 Responses to “Zoneando Podcast #80 – Franquia Homem-Aranha no Cinema

  • Foi um programa muito bom sobre todos os filmes lançados do Homem-Aranha até o momento, devo dizer que os atores principais pegaram pontos importantes do personagem, o Tobey Maguire acertou no Peter Parker e o Andrew Garfield no Homem-Aranha. A Kristen Dustin foi uma Mary Jane fraca nos três filmes, não parecendo em nada aquela personagem forte, enquanto a Emma Stone deu show no primeiro Espetacular Homem-Aranha, mas teve uma queda no segundo.
    Até o momento considero o Homem-Aranha 2 o melhor filme do personagem (ainda vou ver De Volta ao Lar) por acertarem no Doutor Octopus do Alfred Molina, o drama na relação Peter/Harry e Peter/Mary Jane, J.K. Simmons e a Rosemary Harris roubam a cena, sem contar as ótimas cenas de ação que na minha opinião não ficaram datadas.
    Homem-Aranha 3 errou feio em colocar o Venom, deviam ter focado na briga do Peter contra o Harry e deixar o Homem-Areia como ultima batalha, até podiam usar o uniforme negro (que o visual ficou bom) e o quarto filme ser somente Aranha contra Venom.
    O Espetacular Homem-Aranha até desenvolve uma história interessante e o Lagarto funciona, mas ainda assim é um filme fraco, mas o segundo é horrível e nada se salva nele.
    Estou ansioso para assistir o Homem-Aranha: De Volta ao Lar e ser surpreendido de forma positiva com a história, o Tom Holland e os personagens a sua volta.

    • Thiago Almeida

      Fala ae, Diogo! 😀
      Cara, batemos mais ou menos nas mesmas opiniões. Eu gosto mais do Peter do Tobey realmente, mas como Aranha o Garfield ficou melhor. Aquele inicio do 2º filme dele é TOTALMENTE vibe piadista do Homem-Aranha.
      Também verei o Homecoming pra gente gravar! To muito ansioso para ver o Abutre! 😀

  • Olá, pessoal do Zoneando. Tudo bem? Espero que sim.

    Gostei do programa. Realmente é difícil avaliar filmes não só pelo que tínhamos na época como também pela falta de concorrência no mercado (razão pela qual tenho odiado as produções galhofas da DC, que perdem feio para a “concorrente”).

    Assisti aos filmes da trilogia Sam Raimi no cinema enquanto os do Marc Webb eu via quando saíam em DVDs. Avaliando filme por filme, temos:
    – Homem Aranha: bom filme de começo. Dá uma origem, conta com um bom elenco de personagens coadjuvantes (Ben, May e Jameson) e um Peter com uma cara de dar dó. Infelizmente, os figurinos deixam a desejar (detalhe que só foi corrigido nos filmes dos outros diretores), além da falta de humor;
    – Homem-Aranha 2: o melhor ever! Ainda que tenha um grande furo de roteiro (se o Octopus queria interrogar o Peter… como faria isso se ele não sobrevivesse ao arremesso do carro?), tem boa trilha sonora, momentos engraçados, o grande discurso da tia May e uma boa moral, além de cenas de ação e um vilão que se impõe só com a presença (Dafoe também fazia isso, mas o traje não ajudava…);
    – Homem-Aranha 3: segundo notícias que li, Raimi queria que o vilão fosse o Abutre neste filme. Infelizmente, o estúdio meteu muitos dedos e estragou tudo. O filme é interessante (apesar daquela luta contra o Harry) até o Peter começar a usar aquela franja…
    – O Espetacular Homem-Aranha: Emma Stone convence como Gwen tanto quanto Garfield convence como Homem-Aranha… e só. Ben, May e, principalmente, Peter são muito mal representados. E eu só não digo que o Lagarto é a pior coisa daquele filme porque aquela cena dos guindastes pareceu coisa de videogame…
    – O Espetacular Homem-Aranha 2: será que não aprenderam com “Homem-Aranha 3” que não dá certo colocar muitos vilões no mesmo filme? E para piorar, as motivações são horríveis…
    Em suma, gosto do Aranha por ele ser um herói mais “pé no chão” dentre os mais populares do mercado de HQs. Batman, Superman, Mulher Maravilha e Capitão América são adultos com bases sólidas de vida. Já o Peter é um rapaz (em algumas versões, ainda é menor de idade), que só mostra o quanto é um cara extrovertido quando coloca uma máscara, com problemas de grana e formação acadêmica (vive tentando se formar na faculdade), além de vilões que não chegam a ser um Coringa ou um Lex Luthor da vida: às vezes eles viram vigilantes como o Venom… ou até deixam de ser criminosos, como o Homem-Areia. E por mais que tenha uma imagem explorada em desenhos e jogos, sempre esperamos um bom filme dele.

    É isso. Espero que tenham gostado do meu textão.

    Abraços.

    Nota: na dublagem do terceiro filme, eles falam o nome do Venom.

    • Thiago Almeida

      Opa, fala ae Davi! 😀
      Realmente, a gente sempre tenta meio que avaliar pelo contexto da época. Os filmes do Aranha abriram as portas para o que temos hoje, principalmente no universo Marvel dos cinemas.

      E é como você falou também, em alguns filmes eles erraram a mão no exagero, seja por culpa talvez dos produtores. Essa semana veremos Homecoming para gravar. Estou bem ansioso, não sei se isso é bom. haha 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *