Zoneando Podcast #76 – Mulher Maravilha, O Filme

Olá, ouvintes!  Essa semana Thiago Almeida e Melissa Andrade recebem Denis Augusto, Rachel “Priss” e Fabricio Longo para falar sobre o filme o filme que está batendo todos as expectativas e sucesso de crítica em geral, a nossa princesa amazona da DC Comics, Mulher Maravilha!!!

Escute o programa e babe com a gente naquele monte de mulherão da porra na ilha das amazonas. Debata com a gente todas as polêmicas e reclamações em cima desse filme que promove o empoderamento feminino sem levantar bandeiras. E saiba como um bigode exagerado pode atrapalhar até a moral do Deus da Guerra.

Escute no nosso Player ou faça o Download do programa abaixo!!!

LINK DO PODCAST PARA DOWNLOAD (Clique com o botão direito do mouse e selecione “Salvar Link Como”)


Links Comentados no Programa:

Confiram nosso programa gigante e especial sobre a origem e a história da Mulher Maravilha.

Visitem o Media Geek para mais novidades.

 

Curtam a página da Priss.

Crítica bacanuda da Priss sobre o filme lá no Cinema do meu Jeito.

Canal de cinema do Denis, “O Analisador” com conteúdo bem daora.

Curtam a página de problematizações e muito mais coisa sobre a Mulher Maravilha do Fabrício lá no “Os Entendidos”.

Tumblr que a Priss citou no final com todos os posteres do filme.

 


Assine o Nosso Feed:

Clique aqui para assinar o feed dos nossos podcasts


Conheçam nossos outros Podcasts!

CAST 42 – Seu podcast sobre o universo, a vida e tudo mais.

Harley Party – Meninas não tão normais falando sobre temas nerds.

Cosplay in Cast – Um programa sobre o hobby de cosplay em detalhes, da produção aos concursos.

Mesacast – Nossa dose quinzenal de Boardgames, Cardgames e RPG.


Sigam a Gente nas Redes Sociais!

Página do Zona E no Facebook

Twiter do Zona E

Instagram do Zona E

Perfil do Pinterest do Zona E

Ou mande um email pra gente em contato@zonae.com.br

Outros Posts interessantes:


3 Responses to “Zoneando Podcast #76 – Mulher Maravilha, O Filme

  • Olá. Boa tarde. Quero agradecer pelo podcast. Por terem reunido pessoas que se empolgaram e gostaram do filme. É muito bom escutar pessoas que gostaram e se empolgaram com uma obra que você gostou (e gostei muito do filme Mulher Maravilha, assim como havia gostado de “Batman vs Superman”,em parte, também pela presença da Mulher Maravilha ). Gostei da forma que a sociedade das Amazonas foi retratada e da forma que a história de origem da Mulher Maravilha foi levada as telas e é claro da Gal Gadot. Não tenho nada acrescentar ao que foi debatido, apenas dizer um obrigado.

  • Foi um ótimo podcast e conseguiram abordar diversos pontos do filme, espero que a Priss saia mais vezes do banco de reserva para falar de outros filmes e temas.
    A forma como contam a história da Diana foi muito bem feita, mostrando que ela sempre teve o desejo de entrar em combate, acreditando que as Amazonas tinham o dever de proteger o mundo, mas ao mesmo tempo era muito inocente e durante o filme a sua personalidade vai mudando, mas a essência se mantem.
    As Amazonas tem uma presença incrível e a Antíope se destaca nesse meio por justamente entender a verdadeira função da Diana nesse mundo, enquanto sua mãe Hipólita tem medo do que a filha pode se tornar ao descobrir sua verdadeira origem. A cena de ação da Ilha é espetacular pelo combate e a maneira espetacular que agem como um exército, fiquei feliz em saber que trouxeram atletas de diversas modalidades para serem as personagens.
    O Chris Pine está muito bem como Steve Trevor, o personagem é bem desenvolvido no filme e mostra que nós humanos somos falhos e erramos, mas que também estamos dispostos a lutar pelo próximo, mesmo que signifique dar a própria vida.
    Gal Gadot foi uma ótima surpresa no filme por saber mostrar toda a evolução que a Diana vai tendo, mostrando o desespero e raiva que sente ao ver situações horríveis causadas pela guerra, questionando as ações dos homens e até perdendo a fé neles. No combate contra Ares que acaba sendo muito mais psicológico do que físico é revelado o que a Mulher-Maravilha deve representar naquele mundo.
    O filme não é perfeito e algumas coisas me incomodaram, a trilha do filme não me marcou e a musica que toca no combate dela dentro da sala não combinou com o filme, o General Alemão não me agradou muito e o uso daquele gás ficou bizarro, poderiam ter tirado tempo de tela dele e dado para a Doutora Veneno. Não fiquei incomodado com o bigode do Ares.
    Estou no aguardo para a sequência que se passara nos EUA e mostrem a Diana se redescobrindo como uma Heroína. Continuem com esse trabalho incrível no podcast.

  • Adorei o filme, ótimo passo para as heroínas no cinema!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *