Zoneando Podcast #68 – A Crise na Marvel e o Mercado de Quadrinhos Atual

Olá, ouvintes (e marvetes de plantão!). No programa dessa semana Thiago Almeida, Joaquim Ramos Melissa Andrade recebem Felipe Morcelli  do Terra Zero e também Lucas Ed., o “Poderoso Porco” do MDM para falar um pouco sobre a suposta crise editorial da Marvel e também comentar sobre o perfil do mercado atual de quadrinhos.

Ouça o programa e descubra quantas vezes o Nick Fury já morreu. Saiba qual grande site de quadrinhos brasileiro é na verdade um fake news. Veja como a maldição MDM bagunçou o áudio da gravação. E fique por dentro sobre qual dos participantes curte muito macacos albinos, de preferência.

 


LINK DO PODCAST PARA DOWNLOAD (Clique com o botão direito do mouse e selecione “Salvar Link Como”)


Links Comentados no Programa:

 

Curtiram a nossa repórter Carol Bardese? Visitem o Podcast do Setor 2814 para mais conteúdo sobre quadrinhos!

Anúncio do Terra Zero sobre a reunião dos lojistas com a Marvel.

Análise da “crise” pela galera do Marvel 616.

Bate-Papo MDM analisando os números de vendas e outros dados de mercado da Marvel atualmente.

O podcast sobre as séries do Netflix que nós já fizemos!

Visitem o Media Geek e vejam mais do trabalho da Mel!


Assine o Nosso Feed:

Clique aqui para assinar o feed dos nossos podcasts


Conheçam nossos outros Podcasts!

CAST 42 – Seu podcast sobre o universo, a vida e tudo mais.

Harley Party – Meninas não tão normais falando sobre temas nerds.

Cosplay in Cast – Um programa sobre o hobby de cosplay em detalhes, da produção aos concursos.

Mesacast – Nossa dose quinzenal de Boardgames, Cardgames e RPG.


Sigam a Gente nas Redes Sociais!

Página do Zona E no Facebook

Twiter do Zona E

Instagram do Zona E

Perfil do Pinterest do Zona E

Ou mande um email pra gente em contato@zonae.com.br

Outros Posts interessantes:


2 Responses to “Zoneando Podcast #68 – A Crise na Marvel e o Mercado de Quadrinhos Atual

  • Me identifiquei bastante com esse episódio do podcast.
    Apesar de gostar muito de quadrinhos, raramente leio uma HQ.
    Essas questões cronológicas, publicações confusas, universos “gigantes” que são impossíveis de acompanhar me afastam das HQs ‘serializadas’. Simplesmente desisti de acompanhar qqr uma que seja. Quando posso e me empolgo, compro algum encadernado.

    Em contrapartida, mensalmente acompanhamento 2 a 3 títulos de manga. A progressão e evolução dos personagens no universo próprio da história do manga me são muito mais atraentes… A falta de uma “evolução” clara das histórias de HQs torna muito difícil para qualquer um acompanhar.

    Sei que esse é o modelo/formato delas, porém quem uma serializacao aos moldes dos mangas, onde você tem começo meio e fim (na maioria das vezes 😂) torne as coisas mais interessantes? Tudo bem mais de um artista trabalhar nisso, cada um em um arco diferente… E por que não algo totalmente “desligado” dos outros títulos.
    Sei que há alguns títulos assim, porém a comunicação das editoras é péssima, e eu como leitor médio não faço ideia de como consumir isso… Imagina alguém que mal sabe dessas coisas….

  • Ótimo programa que trouxe muito informação e esclarecimentos como está o mercado de HQs nos EUA, comecei no mundo dos heróis comprando revistas do Homem-Aranha, principalmente na saga do clone que eu gosto muito (fiquei feliz com a volta do Ben Reilly dos mortos).

    A confusão que se instaurou nas revistas de quadrinhos me fez abandonar o mercado, pois não tenho mais paciência para lidar com novas numerações 1, realidades alternativas que se conectam e outras loucuras.

    Nesse ponto os mangás acabam sendo um ar novo porque em todos você vê uma evolução de personagens, ótimas reviravoltas terminam (com exceção de One Piece que vai acabar quando o autor estiver perto da morte).

    Atualmente tenho dado preferência aos encadernados com histórias fechadas, tanto que as únicas edições mensais que tenho interesse em completar é a do Superior Spider-Man que me agradou bastante seu inicio, meio e fim e também o do Superboy da Editora Abril.

    Foi uma boa sacada terem colocado Hero do Skillet no final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *