Zoneando Podcast #60 – Ascensão e a Queda do Cinema Nerd

Olá, amigos ouvintes! Nessa edição do Zoneando Thiago Almeida, Joaquim Ramos, Marcus Lazaro e Melissa Andrade recebem a nossa mais nova colaboradora Carol “Chibi” para um papo sobre o crescimento e, quem sabe, o declínio dos filmes que compõem o chamado Cinema Nerd.

Ouça o programa e descubra porque O Exorcista perdeu o lugar de 1º blockbuster para Tubarão. Aprenda o que Robocop e o estado do Espírito Santo tem em comum. Saiba qual participante cinéfilo passou vergonha no programa. E fique por dentro do golpe de impeachment  que ameaça o host do podcast!

LINK DO PODCAST PARA DOWNLOAD (Clique com o botão direito do mouse e selecione “Salvar Link Como”)


Links Comentados no Programa:

Ajudem a Mel a bater a meta de likes na página do Media Geek e ganhem um bombom de banana!

Visitem o Sessão de Aluguem do Marcus.


Assine o Nosso Feed:

Clique aqui para assinar o feed dos nossos podcasts


Conheçam nossos outros Podcasts!

CAST 42 – Seu podcast sobre o universo, a vida e tudo mais.

Harley Party – Meninas não tão normais falando sobre temas nerds.

Cosplay in Cast – Um programa sobre o hobby de cosplay em detalhes, da produção aos concursos.

Mesacast – Nossa dose quinzenal de Boardgames, Cardgames e RPG.


Sigam a Gente nas Redes Sociais!

Página do Zona E no Facebook

Twiter do Zona E

Instagram do Zona E

Perfil do Pinterest do Zona E

Ou mande um email pra gente em contato@zonae.com.br

Outros Posts interessantes:


9 Responses to “Zoneando Podcast #60 – Ascensão e a Queda do Cinema Nerd

  • Mto bom podcast. Tão de parabéns. 2020 o mundo ñ acaba.

    • Thiago Almeida

      Opa, valeu Everaldo! 🙂
      Podes crer, a gente devia ter feito um programa sobre filmes de fim do mundo! hahaha

  • Mano se loko. Como vamos zuar o Joaquim agora se o Marcos não assistiu Coração Valente? kkkkk
    Até eu q sou mais novo já vi com meu pai, ele acha foda.
    Na moral vcs podiam fazr um programa sobre filmes de terror. Ou de games. Ia ser muito loko.

    • Thiago Almeida

      Pois é, neo. A cada semana um 7 x 1 nesse podcast diferente! HAHAHA
      Rapaz, o cast sobre filmes de Terror ta vindo! E de games tb, quem sabe? Dá um chego nos amigos do CGCorp que eles fizeram um recente com a Mel. Ficou show! 😉

  • Chibi: melhor menor podcaster que vc respeita!

  • Crianças brilhantes! MT bom o podcast, chafurdaram fundo na história do cinema para explicar tudo aqui, mas gostaria de fazer um adendo:

    Acredito eu que o primeiro produto bem sucedido e direcionado ao público nerd foi X-Men de 2000, onde a execução foi a que mais foi acertiva em um nicho estremamente nerd (que se “perdeu” com o tempo com as obras mais sofisticadas de hj em dia). Agora, as referências adventistas dá indústria nerd estão todas sintetizadas no último produto mais bem sucedido: Stranger Things. As referências das principais obras estão lá, e o produto é construir uma sintetização referencial com uma característica única, onde você vê algo novo, mas que você conhece muito bem. #bjunda #mel2500likes #marcuscutispink

    • Thiago Almeida

      Hummm é uma boa análise, cara. X-Men de 2000 trouxe o conceito de filme de super grupos e uniformes de couro. A gente acabou vendo muita influencia disso depois. Stranger Things é total pegada oitentista, sem sombra de dúvidas!
      Agora, melhor hashtags! uhauha

  • Ótimo programa e seja bem-vinda Carol, acredito que a cada década de uma maneira os Blockbusters acabam se reinventando par ao público dessa época, foi assim com o Tubarão e Superman nos anos 70, Batman anos 80, Exterminador do Futuro 2 nos anos 90 e Blade, X-Men e Homem-Aranha nos anos 2000.

    O ponto é que os filmes de Heróis começaram a ser melhor produzidos e contando ótimas histórias como Guardiões da Galáxia, Capitão América 2: Soldado Invernal e Homem de Ferro. Enquanto Hollywood esta fazendo muitos remakes que não tem agradado e adaptações de livros que já tem um público e bilheteria garantida.

    Na questão do Oscar eles estão tentando se modernizar, desde que Batman: O Cavaleiro das Trevas não foi indicado a melhor filme e aumentaram o numero de indicados. Mas a birra que eles tem por certos gêneros faz os indicados a melhor filme ficarem restritos a filmes independentes. Vide que nesse ano o unico com grande orçamento era A Chegada e foi a segunda pior audiência da história da premiação, não acredito que esse os filmes nerds vão morrer tão cedo, no máximo vão sumir por alguns anos e depois voltam num novo formato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *