Zoneando 47 – Tecnologias Ultrapassadas

Zoneando #47 Slide_post

.

Nessa edição nostálgica (mas nem tanto, Thiago Almeida, Joaquim Ramos, Melissa Andrade, Jeffrey Haiduk e Fellipe Barroso abrem suas memórias para falar daquele tempo em que as tecnologias ultrapassadas pareciam que iriam durar para sempre.

Saiba quais participantes andavam com canetas para rebobinar fitas e economizar as pilhas do Walkman. Descubra como era ter de colocar sua linha telefônica no imposto de renda. Aprenda a salvar arquivos e depois perder tudo usando disquete não confiáveis. E aprenda afinal como se usa um fax!

LINK DO PODCAST PARA DOWNLOAD (Clique com o botão direito do mouse e selecione “Salvar Link Como”)


Links Comentados no Programa:

Zona Cultural – Filme “O experimento de aprisionamento de Stampford”, recomendado pela Melissa

Zona Cultural – Game “Final Fantasy Record Keeper”, indicado pelo Jeff

Zona Cultural – Álbum “Em Carne Viva (MC Funkero), indicado pelo Joaquim

Zona Cultural – Livro “1001 invenções que mudaram o mundo”, indicado pelo Fellipe

Zona Cultural – Filme “Doce Vingança”, recomendado pelo Thiago

Zona Cultural – HQ “Tartarugas Ninjas” pela IDW, indicação do Thiago


Assine o Nosso Feed:

Clique aqui para assinar o feed dos nossos podcasts


Conheçam nossos outros Podcasts!

CAST 42 – Seu podcast sobre o universo, a vida e tudo mais.

Harley Party – Meninas não tão normais falando sobre temas nerds.

Cosplay in Cast – Um programa sobre o hobby de cosplay em detalhes, da produção aos concursos.

Mesacast – Nossa dose quinzenal de Boardgames, Cardgames e RPG.


Sigam a Gente nas Redes Sociais!

Página do Zona E no Facebook

Twiter do Zona E

Instagram do Zona E

Perfil do Pinterest do Zona E

Ou mande um email pra gente em contato@zonae.com.br

Outros Posts interessantes:


2 Responses to “Zoneando 47 – Tecnologias Ultrapassadas

  • Aqui em casa ainda tem um fax, mas a gente só usa como telefone mesmo. E acho que perdi as contas de tampo faz que não uso um orelhão!!!!! kkkkkkk

  • Esse podcast foi uma nostalgia sem tamanho, lembro que quando ganhei o Walkman achava estranho a pilha não durar muito, aí descobri que não desligava o aparelho. Ter um videocassete era uma alegria, principalmente para ver alguns filmes, sempre deixando para a ultima hora rebobinar a fita, temos um acervo gigantesco de VHS e meu pai quer passar para CD, mas não encontra um lugar de confiança para faze-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *