Zona Literária – Ender’s Game: O Jogo do Exterminador

enders_game_2013-1920x1080

Uma realidade pós-guerra incrivelmente interessante te espera nesse belo exemplo de ficção científica militar. Você está pronto para o jogo?

Ender Wiggin é uma criança, mas não uma normal. Logo nos primeiros parágrafos de Ender’s Game: O Jogo do Exterminador percebemos que a mente que podemos ler é nada mais, nada menos que genial. O livro nos leva a uma humanidade se levantando de um passado terrível, após duas guerras contra os Formics, uma espécie exótica de alienígenas que a sociedade se acostumou a chamar de Abelhudos. Tentando se preparar para uma possível terceira invasão dos Abelhudos, o governo cria uma escola de preparação para futuros soldados, comandantes, heróis. As crianças são observadas de perto por dispositivos futuristas desde bem pequenas e aquelas que demonstram talentos especiais e, mais que isso, a mente de um possível futuro líder de guerra, são recrutadas ainda na infância para um centro de treinamento chamado Escola de Combate. Quando Ender é levado, suas aventuras começam.

A narração da mente de Ender é absolutamente genial. O garoto passa por todo tipo de privação e, ainda assim, consegue ser frio e calculista ao extremo, muito mais que o esperado para qualquer ser humano, ainda mais para uma criança. O jovem não se deixa abalar, tem raciocício rápido, não romantiza e nem espera demais e é capaz de resolver desafios em níveis muito além de suas experiências. Outros personagens marcantes são os irmãos de Ender, a maternal Valentine e o possivelmente sociopata Peter, que recebem mais atenção lá para o meio do livro. Eles são responsáveis por trazer inteligentíssimas discussões políticas e ótimas críticas que valem a pena ser lidas e estudadas.

Ender's Game: a série de livros

Ender’s Game: a série de livros

Orson Scott Card merece ser aplaudido de pé pela criatividade na estruturação da Escola de Combate. Não há fios soltos em sua criação que revela aos leitores uma mente brilhante – e extremo estudo de estratégias de guerra. As cenas de combate são de tirar o fôlego, cada uma mais delicadamente pensada que a outra. E o plot twist do final, meus amigos, vai fazer com que suas mentes desejem por mais e mais! Pra nossa sorte, existe mais.

Quadrinhos baseados nos livros

Quadrinhos baseados nos livros

O Jogo do Exterminador calha de ser o início de uma saga sensacional publicada no Brasil pela editora Devir. As sequências O Orador dos Mortos, Xenocídio, Os Filhos da Mente e Ender in Exile seguem as aventuras subsequentes de Ender em diferentes partes da galáxia. Cada livro completa o anterior, mas você pode lê-los independentemente de seguir a série se quiser, pois são completos. O primeiro livro conta com 346 páginas na edição brasileira pela editora Aleph e já conta com uma adaptação cinematográfica de 2013 e duas séries de quadrinhos. Há também os livros extras A War of Gifts e Ender’s Shadow, ainda não lançados no Brasil, que se passam durante o mesmo período de tempo do original, e um conto de mesmo nome, no qual o livro foi originalmente baseado, publicado em agosto de 1977 na revista de ficção científica Analog Science Fiction and Fact.

Filme baseado no primeiro volume da série não foi um sucesso de bilheteria

Filme baseado no primeiro volume da série não foi um sucesso de bilheteria

Este livro cheio de violência, estratégias de guerra e personagens bem estruturados chega a ser leitura sugerida de muitas organizações militares e leitura obrigatória de todo bom amante de ficção científica!

Outros Posts interessantes:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *