CCXP 2016 – Evento Traz o Desenhista Frank Quitely Ao Brasil pela 1ª Vez

Para a terceira edição da CCXP – Comic Con Experience (www.ccxp.com.br), está confirmada a presença do quadrinista escocês e vencedor do Eisner Awards Frank Quitely, colaborador frequente de Grant Morrison (em títulos como Novos X-Men, We3, All-Star Superman e Batman & Robin) e Mark Millar (em The Authority e Jupiter’s Legacy, co-criado por Quitely). O artista vem pela primeira vez ao Brasil e junta-se a Arthur Adams, Joyce Chin e Marcello Quintanilha no time de artistas já anunciados para a CCXP 2016. O evento acontece entre 1 e 4 de dezembro no São Paulo Expo. O primeiro lote de ingressos, com o mesmo preço praticado em 2015, estará à venda a partir de 8 de abril ao meio-dia (horário de Brasília) no site www.ccxp.com.br.
Ascendendo ao mundo dos quadrinhos na década de 1990, quando escreveu e desenhou a HQ The Greens para a revista escocesa Electric Soup, Vincent Deighan (nome de batismo de Quitely) logo chamou a atenção do editor David Bishop, da Judge Dredd Magazine. Frank ganhou notoriedade no Reino Unido ao trabalhar como desenhista em Shimura, escrita por Robbie Morrison, e Missionary Man, de Gordon Rennie, além das histórias para a Paradox Press e para a Dark Horse Comics.

_73567674_fq_close_up_1024x576

Quitely pela 1ª vez no Brasil

Nos Estados Unidos, seu primeiro grande trabalho foi Flex Mentallo (1996), um spin-off de Doom Patrol escrito pelo também escocês Grant Morrison para o selo Vertigo, da DC Comics. Inicialmente, Quitely atuou em tiras da Weird War Tales, em três números de 2020 Visions, de Jamie Delano, e fez diversas capas para a DC.
Sua primeira graphic novel foi Batman: Operação Escócia, escrita por Alan Grant, com quem Quitely também trabalhou em uma série do Lobo que nunca foi lançada. Em 2000, os dois se reuniram para realizar uma das graphic novels mais bem aceitas pela crítica da época, Liga da Justiça da América: Terra 2. Em seguida, Quitely assumiu como desenhista de The Authority, escrita por Mark Millar.

all_star_superman

Entre outros trabalhos de grande expressão, destacam-se Jupiter’s Legacy (projeto autoral co-criado com Mark Millar), Os Novos X-Men, Sandman: Noites Sem Fim, de Neil Gaiman (que ganhou o Eisner Awards de Melhor Antologia em 2004), We3 (que lhe rendeu o prêmio de Melhor Artista em 2005), All-Star Superman (Melhor Série Nova em 2006 e Melhor Série Continuação em 2007 e 2009), Batman & Robin e The Multiversity, nestas quatro últimas também com o parceiro de longa data Grant Morrison.

Outros Posts interessantes:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *