03 Fatores Que Estão Salvando A 5ª Temporada de Arrow

A série do Arqueiro andava bem mal das pernas, ao menos na opinião popular. Era comum ouvir entre os fãs que estava muito difícil acompanhar Arrow, seja pelo enredo arrastado, sejam por outros problemas. Sendo este o seriado “mãe” do universo heroico da DC no canal CW era de se esperar um maior primor na produção, mas não era bem isso que estávamos vendo acontecer. Principalmente quando você compara com a série do Flash que teve uma 1ª temporada excelente e uma segunda não tão boa, mas mesmo assim melhor e mais empolgante do que as peripécias de Oliver Queen e cia.

Mas afinal, o que estava acontecendo com a série? Qual o motivo de tanta reclamação dos fãs? O que poderia ser feito para consertar essa situação?

Bom, parece que os produtores da CW ouviram as criticas e decidiram agir nos pontos certos para reverter o cenário negativo. Vamos então aos fatores que estão fazendo valer a pena dar mais uma chance para essa temporada de Arrow.

Fim da novela mexicana?

Esse talvez fosse um dos maiores problemas da série até o momento. Ninguém aguentava mais tanta choração, tanto vai e vem de relacionamentos, tantos recalques de “você não confia em mim”, “você me escondeu isso ou aquilo”, “não podemos mais ficar juntos” e por aí vai. O relacionamento entre Oliver e Felicity que era aguardado e alardeado por muitos espectadores acabou se tornando algo sacal. O dilema de Thea Queen em não ceder ao seu lado obscuro e o eterno descontentamento com o pai biológico beirava ao irritante. A negação de Diggle em ver o quão canalha era o irmão, colocando a amizade dele e Oliver em cheque a todo o momento como duas crianças do primário era ridículo. Isso tudo sem contar outros personagens que já não tinham função nenhuma ou simplesmente estavam “enchendo linguiça” na história.

Depois de tanto chorar no molhado parece que a série assumiu um ar mais sóbrio. O próprio Oliver Queen passou a ser um cara mais focado em sua missão de cuidar de Star City, tanto como sendo o Arqueiro Verde ou assumindo o manto de Prefeito, apoiado por uma Thea com muito mais personalidade. Felicity voltou a ser aquele personagem de apoio central, lembrando cada vez mais a Oráculo das histórias do Batman. Diggle deu uma sumida para voltar como o braço direito de Oliver, lugar do qual nunca deveria ter saído. Enfim, a série voltou seu foco para uma história de super heróis e não para um dramalhão mexicano envolvendo vigilantes encapuzados.

arrow-season-5-episode-2-new-recruits-5

Menos papo e mais trabalho, gente. Por favor. Obrigado.

.

A volta do Vigilantismo

E por falar nisso, o vigilantismo voltou com tudo nessa temporada. Desde o arco apresentado durante o enfrentamento de Slade Wilson, o Deathstroke (que na minha opinião foi a melhor fase da série), não vemos uma equipe tão focada em combater os crimes nas ruas da Cidade Estrela. É claro que as proporções são menores agora, mas estou achando interessante em ver o Oliver treinando essa nova geração de vigilantes. Em parte porque quebra um pouco o padrão anterior e apresenta novos personagens na história. E também por mostrar como o próprio Arqueiro evoluiu ao longo de cinco temporadas.

É claro que existem problemas, principalmente com os atores que interpretam a Artemis e o Retalho, ambos com o carisma de uma porta. Mas a variedade de personalidades entre o time compensa isso tudo. E basta lembrar como o Roy e a Thea também eram chatinhos no inicio, mas depois entraram com tudo para o Team Arrow. Falta dar um up nos uniformes também, mas creio que isso faça parte da evolução deles. Além de caprichar mais nas coreografias de luta, gente. Porque tá meio esquisita a coisa, né?! Mas mesmo assim estou me divertindo com essa pegada de volta as ruas.

cbr-teamarrow_91

Novo “Team Arrow”

.

Menos é Mais

Chega de mega sagas. Histórias apocalípticas com mísseis nucleares, entidades e seitas secretas de influência mundial ou criaturas mágicas inexplicáveis. O Arqueiro Verde é um herói das ruas, bem regional e que sempre prezou pelo bem estar daqueles a sua volta. Enfrentar vilões como Damien Darkh e Rhas Al Ghul foi, ao meu ver, um desserviço para a história. É como você aumentar o escopo sem ter uma demanda para atender aquilo. Não havia equilíbrio nenhum entre as forças. Ora o time de vigilantes estava levando um cacete, ora Oliver tinha o vilão facilmente na ponta de suas flechas.

Mas agora estamos de volta ao conflito urbano. Chefes de gangues, troca de socos, resgates de reféns e o Oliver vivendo uma vida dupla que exige cada vez mais de si. Me agrada muito a escolha de Prometheus como o vilão dessa temporada, visto o relacionamento dele com o Arqueiro Verde nos quadrinhos. Principalmente na excelente série “Crise de Identidade” que eu recomendo a todos que leiam. Porque é nisso que a série deve focar, nos problemas de Star City e nas aventuras de Oliver e seu time como vigilantes. É claro que vez ou outra podemos ter uma mudança de cenário, até mesmo para diversificar a coisa toda. Mas sem perder o foco principal.

green-arrows-reason-for-killing-prometheus-3

Arqueiro Verde vs Prometheus nos quadrinhos. Será que veremos algo parecido na série?

.

Por fim, eu sei que Arrow não é a melhor coisa do mundo quando se trata de seriados de super heróis. Muita gente gosta de comparar com outras obras, principalmente aquelas produzidas pela Netflix. Mas eu penso que isso é um pouco injusto já que Arrow foi lançado na vanguarda de algumas outras produções e visa atingir um publico totalmente diferente. Além disso a série fez um excelente serviço de propagação do Arqueiro Verde, até então desconhecido do grande público não-nerd. É preciso entender a forma como a série é feita e o canal em que ela é exibida antes de criticar tão duramente.

Além disso pensem no universo expandido que Arrow originou com Flash e Legends of Tomorrow, também agora com a adição da Supergirl. Sei que muitos fãs de quadrinhos mais… intensos, digamos assim, não curtem. Acham bobo, mal adaptado e tudo mais. E eu até concordo em muitos aspectos com vocês. Mas ainda assim é divertido e uma oportunidade de ver meus heróis “vivos” de alguma forma. Por essas e outras razões acho que vale a pena dar uma chance para a nova temporada de Arrow. Tendo você nunca visto antes ou mesmo aqueles que abandonaram a série em algum momento. Vale uma chance.

Outros Posts interessantes:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *